Dispositivos da Apple realmente não precisam de antivírus?

Os aparelhos da Apple realmente não precisam de antivírus? Essa é uma questão que tem gerado grandes discussões ao longo dos anos. As plataformas de software da Apple não são conhecidas apenas pela sua estabilidade, mas pela maior garantia que passam a seus usuários.

Para entender melhor por qual razão essa afirmação é tão comum, precisamos entender como os aparelhos da empresa funcionam. A arquitetura do Mac OS X e do iOS foi projetada para garantir que o usuário tenha o maior controle possível do que acontece em seu computador, celular ou tablet, sem precisar do auxílio de ferramentas antivírus de terceiros. Quer saber mais? Então leia o texto de hoje!

Leia também: 10 sinais de que seu computador está com vírus.

Mac OS X: estabilidade, confiabilidade e segurança

Existem vários motivos para o Mac OS X ser um dos sistemas operacionais mais seguros do mundo. O seu sistema de arquivos, por exemplo, foi projetado para garantir um controle de privacidade para o usuário. Além de possuir uma complexa estrutura de autorização de acesso por terceiros, ele também permite a criptografia completa dos arquivos pessoais.

Por ser um sistema mais fechado, mesmo que um malware tenha acesso a um Macbook, ele dificilmente conseguirá se espalhar pela máquina. Todos os arquivos de sistema e de configurações são protegidos contra alterações que não sejam explicitamente autorizadas pelo usuário.

A segurança do sistema vem de fábrica. Por padrão, a maioria dos programas que não são distribuídos pela loja oficial da Apple não podem ser instalados automaticamente. Além disso, mesmo que o app seja distribuído na loja oficial, ele exige o uso de uma conta com privilégios administrativos para ser instalado.

iOS: plataforma protegida contra todos os tipos de ataques

O iOS, sistema operacional do iPhone, iPod e iPad é um dos sistemas mobile mais seguros já feitos. Graças às restrições da plataforma, a maioria das falhas de segurança já detectadas só poderiam ser exploradas com o uso de tecnologias de terceiros que eram embarcadas no sistema.

Ao contrário do seu principal concorrente, o Android, não é possível instalar um app a partir de um local que não seja a App Store. A empresa possui um rígido sistema de distribuição de aplicativos, que regula todas as características do código dos desenvolvedores. Além disso, o acesso a recursos do aparelho, como câmeras, fotos e lista de contatos só é permitido após a autorização do usuário.

Como a criptografia do sistema é ativada por padrão, até os seus backups estão protegidos. Caso alguém roube o seu iPhone, essa pessoa só conseguirá ler as suas informações se estiver em posse das suas senhas pessoais. A chave de criptografia utilizada pelos sistemas da empresa não está acessível nem para a Apple, o que torna a violação da criptografia algo virtualmente impossível.

Maneiras de se manter ainda mais protegido

Ainda que a Apple faça grandes investimentos em segurança, o seu sistema não está totalmente imune a falhas. Elas existem, e não há como impedir que alguém as explore.

Sempre procure softwares para o seu Mac em fontes confiáveis. Dê preferência para a loja oficial, uma vez que todos os aplicativos ali distribuídos já passaram por um rigoroso processo de avaliação de segurança.

No caso dos dispositivos iOS, mantenha-os constantemente atualizados. O mesmo vale para os apps, que podem receber updates automaticamente da loja. Com isso, você evita que falhas e bugs, que tornam o seu telefone menos confiável, fiquem ativadas por muito tempo.

Por fim, sempre evite utilizar jailbrake. A técnica, que se tornou famosa por ampliar as possibilidades do iOS e permitir o uso de aplicativos piratas, oferece um grande risco aos usuários. Como a maioria dos aplicativos não passam pelo controle de qualidade da Apple, não há como garantir que eles farão o uso correto dos seus dados. Além disso, o jailbrake, se detectado, acaba com o direito ao suporte de hardware da Apple.

E você, como utiliza os seus dispositivos da Apple e se previne? Utiliza algum antivírus? Compartilhe nos comentários suas dúvidas e opiniões!

João Cardoso

Eu sou entusiasta de Tecnologia e Marketing Digital. Estudo de tudo um pouco todos os dias. Sou CMO na OMA Informática bem como escritor do nosso blog.